Minicurso de GIT

Curso rápido de GIT

1) Configurando o seu nome nos parametros globais para trabalhar com o GIT
É importante você identificar seu usuário e e-mail para fazer os commit em seus repositórios remotos
e também no stage local. Para isso você pode usar a flag config como no exemplo abaixo:

git config –global user.name “Andre Jaccon”
git config –global user.email “[email protected]

2) Criando um repositório GIT ( preparando seu stage )
Para inicializar um novo repositório GIT você deve utilizar o comando

git init .

* OBS: o ponto após o git init significa o diretório atual.

3) Verificando o status do stage local para o commit
O commando git status irá apresentar todos os arquivos que estão para serem atualizados no seu stage local.
Este comando irá guiar o estado de cada arquivo presente em seu repositório

git status

4) Adicionando alterações ao repositório local
Para adicionar os novos arquivos para o diretório atual você deve executar o comando:

git add *

5) Fazendo o primeiro commit
Depois que você adicionou os novos arquivos para o repositório local ( stage ) é hora de fazer o commit.
Para isto utilize o exemplo de comando abaixo:

git commit -m “Meu resumo do commit aqui”

6) Atualizando um repositório remoto
O comando git remote add origin xxxxx irá atualizar um repositório remoto com as atualizações feitas no
stage local. Para isto execute o seguinte comando abaixo:

git remote add origin xxxxxx

* xxxx é o caminho do repositório remoto. Caso esteja utilizando Bitbucket cole o caminho do seu repositório. O mesmo deve-se a outros repositórios de arquivos.

Para listar o repositório remoto adicionado execute o comando:

git remote -v

7) Adicionando um arquivo README.md
Os arquivos readme.md utilizam o formato mark down para suas sintaxes. No exemplo abaixo iremos criar um
arquivo readme com um título estilo h1 descrevendo o título do projeto.

# Apenas um test de título

O comando abaixo adiciona imagens ao readme.md. Equivalente ao img src do html
![Seu texto aqui](./image.jpg)

8) Status de arquivos de um repositório GIT
untracked) não monitorado
modified) modificado
staged) preparado
commited) consoligado

9) Usando o diff no GIT
Com o comando diff você consegue ver a diferença entre os status dos arquivos no diretório monitorado com o GIT com seus commits. No exemplo abaixo iremos comparar o status dos arquivos do diretório atual com o último commit

git diff HEAD~1

Para você comparar dois commits execute o comando:

git diff 9a8ffc6b4 a801aa60e74e7a9d8d

10) Utilizando o Pull
Com o comando git pull é possível baixar as atualizações de um determinado repositório remoto para o repositório local. O comando é simples:

git pull

11) Navegando no histórico do Git
Permite ver como um determiando arquivo ou repositório estava em um determinado commit

git checkout <commit> <file>

12) Tirando uma alteração de uma arquivo adicionado
Caso tenha dado um git add em um determinado arquivo e você quer remover ele do seu stage execute o comando:

git checkout HEAD — <filename>

13) Revertendo um commit
– Irá criar um novo commit que desfaz as alterações do commit especificado
– Útil para desfazer um commit antigo

git revert <commit>

14) Resetando o repositório

– Reseta o repositório para um determinado commit.
git reset <commit>

Resetando e removendo todas as alterações

git reset — hard <commit>

O comando git reset com a flag soft ele remove o commit mas remove também as alterações daquele commit

git reset HEAD~1 –hard

15) Conflitos

em GIT | 617 Palavras