em Sem categoria

Patente de sistema de arquivos pode amea?ar o GNU/Linux

A comunidade do software livre est? de olho no Escrit?rio de Marcas e Patentes dos Estados Unidos, que na semana passada decidiu rever a patente da Microsoft sobre o sistema de arquivos FAT (File Allocation Table), formato usado pelo sistema operacional para organizar arquivos no disco r?gido, entre outras coisas.

Desenvolvido pela Microsoft em 1976, o sistema FAT ? praticamente onipresente em computadores dom?sticos com Windows. Mas ele tamb?m ? usado pelo software de c?digo-fonte aberto Samba, que permite aos sistemas operacionais GNU/Linux e Unix trocarem dados com computadores que usam Windows.

Alguns representantes da comunidade do software livre como Eben Moglen –que ? conselheiro da Free Software Foundation e membro da PubPat (Public Patent Foundation)– est?o preocupados com a quest?o, j? que a Microsoft poderia, no futuro, alegar que o GNU/Linux infringe essas patentes.

Isso amea?aria esse sistema operacional, que n?o mais poderia ser distribu?do caso contivesse tecnologia patenteada que exigisse pagamento de royalties. Ou ent?o, programadores de software livre teriam um pouco de trabalho para retirar do GNU/Linux o suporte ao sistema FAT.

A pr?pria PubPat, organiza??o sem fins lucrativos que descreve sua miss?o como “proteger o p?blico de preju?zos causados por patentes emitidas injustamente”, pediu que o Escrit?rio de Marcas e Patentes revisasse o caso.

No pedido, a organiza??o diz que “infelizmente, a Microsoft est? usando seu controle sobre o interc?mbio de dados como aliado em seus esfor?os para deterioras a competi??o do software gratuito e de c?digo aberto”.

Segundo Moglen, a PubPat pediu a revis?o para garantir que a Microsoft n?o use a patente para impedir que o GNU/Linux e outros programas de c?digo-fonte aberto compartilhem dados com sistemas FAT.

Fonte: Folha Online