em Sem categoria

Melhorando desempenho do Samba

Neste artigo retirado do site Viva O Linux, temos um exemplo de como melhorar o desempenho do SAMBA

Como aumentar o desempenho do Samba?

[global]
log level = 1 # Default is 0
socket options = TCP_NODELAY SO_RCVBUF=8192 SO_SNDBUF=8192
read raw = yes # Default
write raw = yes # Default
oplocks = yes # Default
max xmit = 65535 # Default
dead time = 15 # Default is 0
getwd cache = yes

A op??o log level = 1 faz com que o log do samba seja menos detalhado. Se usar log level = 0, far? com que o log seja desabilitado e log level = 2 ou 3 far? que o log do samba tenha um grande n?mero de mensagens e como existir?o v?ria requisi??es de grava??o no disco e ao syslod, a performance ir? diminuir.

A op??o socket options: TCP_NODELAY faz com que o servidor envie pacotes para a rede, mantendo assim o tempo de resposta do servidor baixo. SO_RCVBUF=8192 e SO_SNDBUF=8192: oferece o reinicio para um valor de buffer mais alto que o do sistema operacional.

As op??es read raw e write raw permitem ao samba usar grava??o e leitura de arquivos grandes, acima de 64KB em uma ?nica requisi??o samba.

A op??o oplocks permite aos clientes fazer cache dos arquivos localmente. Esta op??o ? habilitada por padr?o. Arquivos de banco de dados nunca devem ser colocados em cache, para que quando sejam feitas mudan?as nos arquivos do servidor, sejam vis?veis no cliente. Esta op??o prov? um consider?vel aumento na performance. o oplocks pode ser ativado ou desativado em compartilhamentos espec?ficos.

max xmit configura o maior bloco de dados que o samba ir? tentar gravar de cada vez.

getwd cache armazena em cache a caminho para o diret?rio corrente, evitando grandes leituras na ?rvore de diret?rios para descobr?-lo.