em Sem categoria

LVM no Ubuntu Server 8.08 ( LVM in Ubuntu Server 8.08)

No ínicio o Ubuntu Linux era temido em ambientes de produção por trabalhar com pacotes Unstable dos Mirrors do Debian, porém agora a história mudou. Focado em performance e optimizado para ambientes de virtualização o Ubuntu Server é uma distribuição 100% segura para colocar em ambientes de produção.

Atualmente migrei um servidor de backup que rodava Debian Sarge a 3 anos diretamente para Ubuntu Server 8.08. Qual o hardware ? Um Dell PowerEdge 850 optmizado para rack.

Abaixo estarei relacionando oque é necessário para colocar uma LVM rodando neste ambiente.
Distribuição utilizada:
Ubuntu Server 8.08 / Kernel 2.6.24

Pacote necessário:
lvm2

Mirrors utilizados:
deb http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ hardy multiverse
deb-src http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ hardy multiverse
deb http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ hardy-updates multiverse
deb-src http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ hardy-updates multiverse

Instruções:

1) – Vamos fazer download do pacote necessário para isso execute o comando:
apt-get install lvm2

2) – Particionando os disco
Considerando que temos dois discos SATA de 250GB utilizaremos a seguinte FHS ( file systems arquitheture systems ):

SDA
/dev/sda1 – boot
/dev/sda2 – swap
/dev/sda3 – /
/dev/sda4 – LVM Volume

SDB
/dev/sdb1 – LVM Volume

3) – Criando o grupo físico de LVM
pvcreate /dev/sda4 /dev/sdb1

4) – Criando o volume de LVM
vgcreate lvm2 /dev/sda4 /dev/sdb1

*testando vgdisplay

5) – Criando volumes lógicos

Antes de rodar o lvcreate carregue o módulo dm-mod, para isso execute o comando abaixo:
modprobe dm-mod

depois sim iremos criar um volume lógico de 420 GB conforme exemplo abaixo:
lvcreate -L420G -nvol1 lvm2

6) – Formando o volume lógico:
mke2fs -j -b 4096 /dev/lvm2/vol1

Explicando as flags do mke2fs:
-j : Cria o file system usando o EXT3 como padr?o.
-b: “Block Size” tamanho do bloco

7) – Disponibilizando os volumes na inicializa??o do sistema.
Para disponibilizarmos os volumes na inicializa??o do sistema devemos informar no arquivo /etc/fstab os volumes LVM.
Antes de editar o arquivo crie os pontos de montagem para os volumes, em meu exemplo usarei:

mkdir -p /mnt/LVM/lvm_ab ; mkdir -p /mnt/LVM/lvm_cd

na sequ?ncia, fa?a um backup do arquivo /etc/fstab como seguran?a e depois edite com o arquivo usando seu editor preferido:

vi /etc/fstab

*adicione as linhas:

/dev/lvm_ab/vol1 /mnt/LVM/lvm_ab ext3 defaults 0 1
/dev/lvm_cd/vol1 /mnt/LVM/lvm_cd ext3 defaults 0 1

Simples não

😉