em Sem categoria

Linux Stress Testing ( Fazendo um teste de stress em um servidor Linux )

A dica vai para aqueles que estão querendo depurar a performance ou mesmo detectar problemas de hardware em máquinas rodando o sistema operacional Linux.
O aplicativo stress, como o próprio nome pode dizer é um aplicativo para efetuar testes de stress em máquina rodando os sitemas operacionais Linux, FreeBSD ou derivados.

Onde encontrar ?
Faça o download diretamente do site do projeto clicando aqui

Como compilar ?
Muito simples, descompacte o pacote stress-1.0.0.tar.gz em sua máquina e na sequência execute os comandos:

./configure
make
make install

Exemplo de utilização da ferramenta:

$ stress –cpu 8 –io 4 –vm 2 –vm-bytes 128M –timeout 10s –verbose
stress: info: [9372] dispatching hogs: 2 cpu, 1 io, 1 vm, 0 hdd
stress: dbug: [9372] (243) using backoff sleep of 12000us
stress: dbug: [9372] (262) setting timeout to 10s
stress: dbug: [9372] (285) –> hogcpu worker 9373 forked
stress: dbug: [9372] (305) –> hogio worker 9374 forked
stress: dbug: [9372] (325) –> hogvm worker 9375 forked
stress: dbug: [9372] (243) using backoff sleep of 3000us
stress: dbug: [9372] (262) setting timeout to 10s
stress: dbug: [9372] (285) –> hogcpu worker 9376 forked
stress: dbug: [9375] (466) hogvm worker malloced 134217728 bytes
stress: dbug: [9372] (382) <-- worker 9374 signalled normally stress: dbug: [9372] (382) <-- worker 9373 signalled normally stress: dbug: [9372] (382) <-- worker 9375 signalled normally stress: dbug: [9372] (382) <-- worker 9376 signalled normally stress: info: [9372] successful run completed in 10s

Entendendo as flags de comando:
-v, –verbose mostra os resultados ao modo que eles são executados
-n, –dry-run mostra oque os passos que já foram finalizados
-c, –cpu N informa a quantidade N de processadores que serão submetidos a função sqrt()
-i, –io N informa a quantidade N que será submetido a função sync()
-m, –vm N spawn N workers spinning on malloc()/free()
–vm-bytes B quantidade de memória alocada para o teste

Exemplo:

stress –cpu 8 –io 4 –vm 2 –vm-bytes 128M –timeout 10s

Referências:
http://www.ibm.com/developerworks/linux/library/l-stress/index.html
http://www.ocforums.com/showthread.php?t=486495
http://weather.ou.edu/~apw/projects/stress/