em Sem categoria

5 raz?es para programar em Software Livre

Se voc? nunca tentou programar em Software Livre, ou ainda n?o sabe se vale a pena participar, talvez algumas considera??es a seguir ajudem voc? a se motivar…

? divertido! – Eu sempre disse que, se tem gente que se diverte fazendo tric?, ou montando barquinhos dentro de garrafas, ou encaixando pe?as de quebra-cabe?as, n?o existe nada de errado em ter programa??o como um hobby. At? mesmo entre os que trabalham com programa??o o dia inteiro existem aqueles que, quando chegam em casa, v?o para a frente do computador trabalhar em um projeto pessoal ? a? ? pura divers?o, sem chefe, sem prazos. Desenhar um programa, imaginar as telas e menus, co?ar os miolos pensando em como resolver essa e aquela tarefa ? tudo isso ? um excelente exerc?cio pra manter o cabe??o bem ativo, e serve para qualquer crian?a de 8 a 80 anos que tenha aquela eterna chama da vontade de aprender e criar.

Voc? est? livre! – Hehehe, esse n?o podia faltar. Ok, n?o sejamos radicais aqui. Alguns programas da Microsoft s?o os melhores e/ou os mais f?ceis de usar do g?nero, e influenciaram muito do que temos hoje em Software Livre. Eles merecem seus cr?ditos, sem d?vida, e como o mundo n?o ? dividido em mocinhos e bandidos, como diz o grande professor e jornalista Carlos Chagas, ? bom saber que a Microsoft tem muita gente bacana. O mesmo vale para a Adobe, para a Borland, para a Macromedia, entre outros tantos que fizeram a inform?tica chegar ao ponto que est? hoje. Mas voc? tem todo o direito de ser contr?rio ? filosofia de patentear tudo e tornar-se dono de id?ias; de vender programas a pre?os at? mesmo abusivos; de fazer programas vulner?veis e cobrar pelas corre??es; de fazer pessoas decorarem seq??ncias de cliques e bot?es que as tornam incapazes de usar outros programas semelhantes.

D? a maior moral ? Ainda tem gente que diz que computador ? um instrumento anti-social. Ent?o t?: deixe quem diz isso ir para o boteco e encher a pan?a de chope, achando que est? sendo muito atraente e ?til para a sociedade. Criar ou ajudar a desenvolver um Software Livre automaticamente inclui voc? na grande aldeia global. Nela, voc? s? depende da sua intelig?ncia e da sua criatividade para se tornar um l?der, talvez at? uma autoridade reconhecida no mundo inteiro. Veja quantos caras no mundo do Software Livre s?o hoje bem empregados, conhecidos em v?rios pa?ses, citados como fontes de informa??o e decis?o no mundo. As empresas de tecnologia est?o ?vidas por encontrar pessoas com talento e conhecimento, e um Software Livre ? meio caminho andado para voc? mostrar sua compet?ncia. A outra metade do caminho pode ser o Pr?mio SOL…

? totalmente gr?tis! – Bah, todo mundo j? cansou de ouvir o distinto Richard Stallman dizer que ?free software? n?o ? ?software gr?tis?, e que o principal ? a liberdade de estudar e modificar o programa, etc etc etc. Tudo isso ? muito importante para os desenvolvedores e defensores do mundo do Software Livre, n?o h? d?vida. Mas para o pov?o mesmo, o pessoal que n?o sabe ou n?o est? a fim de mexer num c?digo-fonte, o grande barato do Software Livre ? mesmo o fato de haver um monte de programas completamente gratuitos, sem pirataria. Ainda mais quando voc? ganha em real e os softwares propriet?rios s?o vendidos em d?lar. E para o programador, que tamb?m ? gente, isso ? um incentivo tamb?m. Sem gastar um tost?o (n?o vamos considerar custos de conex?o ? internet), voc? tem nas m?os ferramentas de alt?ssimo n?vel, muito flex?veis e, em geral, com uma documenta??o extensa na internet.

Voc? est? contribuindo para o seu pa?s ? Voc? sabe bem quantos brasileiros t?m dinheiro para comprar softwares, n?? Ent?o nem ? preciso usar muitos argumentos para dizer que, ao criar ou adaptar um programa e sua documenta??o para as necessidades do Brasil, voc? est? dando uma tremenda contribui??o ? sociedade e ajudando o pa?s a se tornar um lugar melhor para voc?, seus filhos e seus amigos. Voc? vai mostrar para o mundo todo ? e o Pr?mio SOL vai ajudar muito nisso ? que aqui tem gente, sim, capaz de criar e fazer muita coisa muito boa. E voc? vai ficar bobo no dia em que descobrir que um garotinho pobre l? do interior, logo que chegou um computador na escola, adorou e aprendeu muito com o Software Livre que voc? criou.

Autor: Fabricio Rocha
Fonte: www.premiosol.com.br