Scripts para reboot via linha de comando no Windows

Caso você precise criar um script via prompt para reiniciar uma máquina no Windows você pode usar métodos via script BAT ou mesmo Python.

Vou abordar abaixo os dois métodos para exemplificar

Script Python

import win32api
win32api.InitiateSystemShutdown()

Script BAT

shutdown -t 0 -r -f

rundll32.exe shell32.dll,SHExitWindowsEx n

n – é o número do evento que você pode executar

0 – LOGOFF
1 – SHUTDOWN
2 – REBOOT
4 – FORCE
8 – POWEROFF

Novo datacenter do Facebook na Suécia

Tom Furlog diretor de operações do Facebook visitou o primeiro data center fora do USA. Localizado na Suécia ele terá um diferencial que é a refrigeração natural das máquinas com aguá.

O que é XKeyscore e o que a NSA pode fazer com este sistema

Xkeyscore é o nome do sistema criado pela NSA para possibilitar que o USA possa rastrear todo e qualquer tipo de conteúdo na internet. Este software foi é utilizado atualmente pelo governo norte americano para interceptar conversas em redes sociais, e-mails, pesquisas em buscadores como Google, Microsoft, Yahoo entre outro.

Quem está livre dele ? Práticamente ninguém. Um funcionário da NSA chamado Edward Snowden preocupado como toda esta situação criada pelo governo americano resolveu abrir o jogo e contar para o mundo estes movimentos do governo americano para monitorar o mundo.

Quer saber mais sobre o assunto ? Veja este link

Criando um Pac Man usando HTML5 e CSS3

Neste tutorial mostrarei como criar um Pac Man usando HTML5 e CSS3

HTML

<div class=”background”>
<div class=”pacman”>
<div class=”mouth”></div>
</div>
</div>

CSS

body{
background: #000;
}

@-webkit-keyframes walk{
0%{
left: 0;
}

100%{
margin-left: -215px;
left: 100%;
}
}

@-webkit-keyframes eat{
50%{
border-bottom: 0 solid transparent;
border-top: 0 solid transparent;
right: -15px;
top: 90px;
}
}

@-o-keyframes walk{
0%{
left: 0;
}

100%{
margin-left: -215px;
left: 100%;
}
}

@-o-keyframes eat{
50%{
border-bottom: 0 solid transparent;
border-top: 0 solid transparent;
right: -15px;
top: 90px;
}
}

@keyframes walk{
0%{
left: 0;
}

100%{
margin-left: -215px;
left: 100%;
}
}

@keyframes eat{
50%{
border-bottom: 0 solid transparent;
border-top: 0 solid transparent;
right: -15px;
top: 90px;
}
}

.background{
/*border: 1px solid;*/
position: relative;
}

.pacman{
-o-animation: walk 10s infinite;
-webkit-animation: walk 10s infinite;
animation: walk 10s infinite;

background: #fffc07;
border-radius: 100%;
height: 200px;
position: absolute;
width: 200px;
}

.pacman::before{
background: #000;
border-radius: 100%;
content: ”;
height: 37px;
position: absolute;
right: 60px;
top: 30px;
width: 24px;
}

.mouth{
-o-animation: eat 0.7s infinite;
-webkit-animation: eat 0.7s infinite;
animation: eat 0.7s infinite;

border-top: 80px solid transparent;
border-bottom: 80px solid transparent;
border-right:60px solid #ff0000;
border-radius: 0 100% 100% 0;
position: absolute;
right: -1px;
top: 20px;
z-index: 3;
}

O resultado você conseguem verificar aqui

https://github.com/buble/PACMAN-HTML5

Melhorando a performance do Google Chrome para execução de vídeos e gráficos

O Google Chrome é sem dúvida um dos melhores navegadores já inventados. Sua performance e optimização o torno dono de milhões de adeptos.

Em alguns casos como o meu ele ainda possibilita a customização de recursos que o tornam ainda mais poderosos. A função chrome://flags possibilita uma otimização maior para os recursos do navegador.

Um dos exemplos é o problema que me deparei com a exibição de vídeos sequêncialmente por longos períodos. O Chrome simplesmente ao invés de apresentar ele mostrava uma tela preta e não exibia o vídeo. Neste caso você deve habilitar a flag

Disable hardware-accelerated video decode.

Diversas outras opções pode ser customizadas nesta área. Veja como e para que funciona cada uma delas aqui

https://developer.chrome.com/extensions/tut_migration_to_manifest_v2.html

Usando o driftnet para capturar imagens de um determinado ip

A ideia aqui é simples. Temos o seguinte cenário.

Queremos descobrir quais as imagens um determinado usuário está acessando na rede. Então utilizaremos a ferramenta Ettercap para sniffar a rede e o driftnet para mostrar as imagens que estão sendo carregadas

Passo 1) Abra um terminal e execute o comando e verifique se o arquivo de configuração do ettercap está configurado com o ec_uid=0 e ec_gid = 0
Screen Shot 2014-07-04 at 0.54.54

Siga o exemplo de acordo com os screenshots abaixo:

1

2

3

4

5

6

Depois da janela do drifnet aberta todas as imagens que o usuário carregar você poderá ver na janela do driftnet

Criando volumes seguros com senha no Mac OS X ( diretórios com senha no OS X )

Esta funcionalidade é bem interessante para quem precisa armazenar informações importantes e seguras no Mac OS X. Digamos que você tenha uma pasta que cotenha informações que queira armazenar com uma senha com criptografia AES que pode variar de 128 a 256 bits.

Para sua informação o próprio OSX já possibilita isto através do Disk Utilites. A utilização é tão simples que você ficará encorajado em utilizar. Siga os passos abaixo para colocar em prática sua configuração

1) O primeiro passo é criar uma pasta em qualquer lugar do sistema e disponibilizar. Utilize o nome que quizer isto não importa neste momento;

2) Abra o aplicativo Disk Utilite que encontra-se dentro da pasta de aplicativos do sistema. A forma mais fácil de encontra-lo é utilizando o Spotlight digitando Disk Utilite

Abrindo o aplicativo vá em File / New / Disk image from folder assim como na imagem abaixo

3) Entre com o nome do volume seguro que deseja utilizar assim como na imagem abaixo. Selecione a opção read/write e selecione o tipo de criptografia que deseja utilizar

4) Entre com a senha para sua pasta. Se você selecionar a opção de lembrar a senha no Keychain você poderá correr o risco de alguém que acessar o seu computador abrir a pasta sem a solicitação da senha. Neste caso a melhor forma é deixar esta opção desmarcada. Siga o exemplo da imagem abaixo

5) Feito isto clique em OK. O Disk Utilite irá criar e montar um disco virtual protegido com a senha que desejou. Depois para utilizar basta duplo clicar no arquivo no format .DMG que foi criado

Simples, rápido e fácil de utilizar.

em OS X | 279 Palavras