Site sobre modelos de Reda??o para vestibular "Os 10 mandamentos da Reda??o"

Neste site voc? poder? encontrar v?rias dicas sobre Reda??o:

http://www.vestibular1.com.br/redacao/

1) Pense no que voc? quer dizer e diga da forma mais simples. Procure ser direto na constru??o das senten?as. Escreva com simplicidade.

2) Corte palavras sempre que poss?vel. Use a voz ativa, evite a passiva. Evite termos estrangeiros e jarg?es.

3) Seja cauteloso ao utilizar as conjun??es “como”, “entretanto”, “no entanto” e “por?m”. Quase sempre s?o dispens?veis. Evite o uso excessivo de adv?rbios. Tome cuidado com a gram?tica.

4) Tente fazer com que os di?logos escritos (em caso de narra??o) pare?am uma conversa. Uso do ger?ndio empobrece o texto. Exemplo: Entendendo dessa maneira, o problema vai-se pondo numa perspectiva melhor, ficando mais claro…

5) Evite o uso excessivo do “que”. Essa armadilha produz per?odos longos. Prefira frases curtas. Exemplo: O fato de que o homem que seja inteligente tenha que entender os erros dos outros e perdo?-los n?o parece que seja certo. Adjetivos que n?o informam s?o dispens?veis. Por exemplo: luxuosa mans?o. Toda mans?o ? luxuosa. Tenha coer?ncia textual.

6) Evite clich?s (lugares comuns) e frases feitas. Exemplos: ?subir os degraus da gl?ria?, “fazer das tripas cora??o”, “encerrar com chave de ouro”, ?sil?ncio mortal”, “calorosos aplausos”, “mais alta estima”.

7) Verbo “fazer”, no sentido de tempo, n?o ? usado no plural. ? errado escrever: “Fazem alguns anos que n?o leio um livro”. O certo ? ?Faz alguns anos que n?o leio um livro?.

8) Cuidado com redund?ncias. ? errado escrever, por exemplo: “H? cinco anos atr?s”. Corte o “h?” ou dispense o “atr?s”. O certo ? ?H? cinco anos…?

9) S? com a leitura intensiva se aprende a usar v?rgulas corretamente. Leia os bons autores e fa?a como eles: trate a v?rgula com bons modos. As regras sobre o assunto s?o insuficientes. Leia muito, leia sempre, leia o que lhe pare?a agrad?vel.

10) Nas cita??es, use aspas , coloque a v?rgula e um verbo seguido do nome de quem disse ou escreveu aquilo. Exemplo: ?O que ? escrito sem esfor?o ? geralmente lido sem prazer.?, disse Samuel Johnson.

Site sobre modelos de Reda??o para vestibular “Os 10 mandamentos da Reda??o”

Neste site voc? poder? encontrar v?rias dicas sobre Reda??o:

http://www.vestibular1.com.br/redacao/

1) Pense no que voc? quer dizer e diga da forma mais simples. Procure ser direto na constru??o das senten?as. Escreva com simplicidade.

2) Corte palavras sempre que poss?vel. Use a voz ativa, evite a passiva. Evite termos estrangeiros e jarg?es.

3) Seja cauteloso ao utilizar as conjun??es “como”, “entretanto”, “no entanto” e “por?m”. Quase sempre s?o dispens?veis. Evite o uso excessivo de adv?rbios. Tome cuidado com a gram?tica.

4) Tente fazer com que os di?logos escritos (em caso de narra??o) pare?am uma conversa. Uso do ger?ndio empobrece o texto. Exemplo: Entendendo dessa maneira, o problema vai-se pondo numa perspectiva melhor, ficando mais claro…

5) Evite o uso excessivo do “que”. Essa armadilha produz per?odos longos. Prefira frases curtas. Exemplo: O fato de que o homem que seja inteligente tenha que entender os erros dos outros e perdo?-los n?o parece que seja certo. Adjetivos que n?o informam s?o dispens?veis. Por exemplo: luxuosa mans?o. Toda mans?o ? luxuosa. Tenha coer?ncia textual.

6) Evite clich?s (lugares comuns) e frases feitas. Exemplos: ?subir os degraus da gl?ria?, “fazer das tripas cora??o”, “encerrar com chave de ouro”, ?sil?ncio mortal”, “calorosos aplausos”, “mais alta estima”.

7) Verbo “fazer”, no sentido de tempo, n?o ? usado no plural. ? errado escrever: “Fazem alguns anos que n?o leio um livro”. O certo ? ?Faz alguns anos que n?o leio um livro?.

8) Cuidado com redund?ncias. ? errado escrever, por exemplo: “H? cinco anos atr?s”. Corte o “h?” ou dispense o “atr?s”. O certo ? ?H? cinco anos…?

9) S? com a leitura intensiva se aprende a usar v?rgulas corretamente. Leia os bons autores e fa?a como eles: trate a v?rgula com bons modos. As regras sobre o assunto s?o insuficientes. Leia muito, leia sempre, leia o que lhe pare?a agrad?vel.

10) Nas cita??es, use aspas , coloque a v?rgula e um verbo seguido do nome de quem disse ou escreveu aquilo. Exemplo: ?O que ? escrito sem esfor?o ? geralmente lido sem prazer.?, disse Samuel Johnson.

Modelo de Reda??o as verdadeiras P?rolas…

P?rolas de reda??o do vestibular

Dar p?rolas a porcos significa dizer coisas finas, preciosas a quem n?o ? capaz de as entender. No caso das ?p?rolas de reda??es? divulgadas pela imprensa, normalmente em ?pocas posteriores a concursos como o vestibular, o Exame Nacional de Ensino M?dio (ENEM) e o Prov?o, freq?entemente, s?o listas infind?veis de palavras grafadas fora do padr?o culto da l?ngua ou frases e/ou constru??es inadequadas, com os sentidos mais estranhos poss?veis. Na verdade, n?o consideramos isso p?rolas, uma vez que nem os porcos s?o t?o burros para comerem algo duro como uma p?rola. Esses ?erros? adorados pela imprensa s?o comuns a todos que escrevem, ou pelo menos se prop?em a escrever ? o que ? digno de elogio, diga-se de passagem.

O que, na realidade, essas ?p?rolas enganosas? mostram? Certamente n?o ? somente a incapacidade de escrita de nossos alunos. Tamb?m evidenciam a inaptid?o do trato com a produ??o de texto do aluno e do professor. Esclarecendo melhor: num pa?s como o nosso, a leitura e a escrita ainda ? um privil?gio de poucos e os demais t?m uma inaptid?o constru?da ao longo de sua vida escolar.

Refletindo de maneira inversa, que tal apresentarmos as verdadeiras j?ias de reda??o do vestibular, ou seja, aquelas que s?o modelos para uma constru??o efetiva de reda??o em alunos que querem galgar uma vaga nas institui??es de ensino superior?! O interesse pelo inadequado ? t?pico de culturas atrasadas e tacanhas, que preferem mostrar o que est? errado a valorizar o que est? bom e adequado. As institui??es de ensino internacionalmente conhecidas s? levam a p?blico o que d? certo, o que ? valorizado individual e coletivamente. No Brasil um exemplo ? a UNICAMP, embora, normalmente, valorizamos divulgar o ruim, a mazela educacional, ?as p?rolas de reda??o?.

Mas afinal, o que entendemos por p?rolas de reda??o do vestibular? S?o as reda??es que alcan?am valora??es entre 50 e 60 pontos (numa escala de 0 a 60 pontos, como na UEM), que demonstram uma capacidade de leitura do aluno adequada ao que se espera de um universit?rio e, a longo prazo, de um profissional capaz. S?o reda??es que apresentam uma tipologia textual pertinente ao que foi ensinado na escola e demonstram explicitamente o seu ponto de vista atrav?s de argumentos que explorem o pensamento sobre o tema solicitado.

No vestibular de ver?o/1999, o tema da reda??o propunha que se elegesse o brasileiro do s?culo. Um exemplo de p?rola aqui defendida foi est? reda??o:

Povo: o grande Brasileiro do s?culo

Irm? Dulce, Ayrton Senna, Chico Buarque. Estes s?o alguns dos grande nomes indicados em recente pesquisa da revista Isto ?, para ocupar o t?tulo de Brasileiro do S?culo. Entretanto, ser? justo dar esse m?rito apenas a uma pessoa? N?o ser? todo o povo brasileiro, o grande merecedor da honraria?

Em primeiro lugar devemos ver o povo como um grande religioso, n?o pela grande maioria praticar uma religi?o, mas por fazer milagres como comer, se vestir e parar o aluguel com um sal?rio m?nimo. Outro fator com ?for?as intrigantes? pendentes, ? como o povo sobrevive mesmo dependendo do transporte coletivo e INSS. Perguntem ao Chico Buarque se ele j? precisou do SUS, que est? falido, sem rem?dios e com os hospitais lotados. Ponto para o povo do Brasil.

Um segundo aspecto que faz da plebe brasileira a grande merecedora do pr?mio ? ser uma esportista nata. N?o se trata de sermos os primeiros do mundo no futebol ou do Ayrton Senna ser do Brasil. Os esportes referidos precisam de muito mais aud?cia e paci?ncia. ? o caso das corridas da infla??o, levantamento e carregamento de pol?ticos desonestos e dribles no desemprego.

No ?ltimo aspecto sobre o qual podemos ver nosso candidato ao t?tulo, ? o art?stico. O povo ? um ator de primeira linha, melhor que Fernanda Montenegro pois a barriga dela n?o ronca de fome durante os espet?culos. O pobre ? um artista da vida pois quando, por exemplo, chega o carnaval ele finge que existe justi?a e igualdade social e brinca com os ricos, brindando a alegria e dinheiro deles.

Assim, o brasileiro do s?culo n?o ? um brasileiro e sim o povo brasileiro que ? o esportista que corre da crise, o religioso que faz milagres com o sal?rio m?nimo e o artista que ri de sua desgra?a.

Observamos que o texto ? muito bem formado, apresentando o brasileiro eleito, o Povo, argumentando criativamente e com senso cr?tico bem definido sobre as rela??es dos grandes nomes do Brasil com o povo simples; expondo com ironia o que o aluno pensa sobre o tema. Al?m disso, a reda??o organiza-se numa estrutura de disserta??o tal qual foi ensinada na escola. Isto ? uma p?rola de reda??o do vestibular.

Que tal alterarmos a vis?o turva que foi atribu?da a uma j?ia t?o bela?! Essa altera??o pode se iniciar com as propostas de modelos que oferecemos aos nossos leitores. Modelos bons, teoricamente, podem fornecer boas dire??es para a constru??o de bons textos. Para que dar p?rolas aos porcos? Vamos d?-las aos homens, aos brasileiros…

RSS e Bloglines Services

Artigo original Dicas-L

RSS e Bloglines Services
========================

Colabora??o: Maur?cio M. Maia

Cada vez mais pessoas est?o utilizando leitores RSS para
acompanhar as not?cias de seus site preferidos, e cada vez
mais site disponibilizam feeds RSS. Um problema que come?a
aparecer ? a quantidade de acessos que grandes sites est?o
tendo aos seus feeds. Com um leitor RSS milh?es de pessoas podem
requisitar o arquivo RSS com grande frequ?ncia automaticamente,
gerando um enorme tr?fego.

Bloglines
=========

O Bloglines ? um leitor online gratuito que permite procurar,
assinar, compartilhar e publicar conte?do RSS. Alguns recursos
interessantes s?o visualizar os leitores que assinam o RSS
que voc?, receber recomenda??o autmom?ticas de sites, etc.
Mas o Bloglines (www.bloglines.com) ? diferente dos outros
leitores. Ele mant?m um banco de dados de RSS, assim como
o Google faz com p?ginas web. Dessa forma, o Bloglines faz
apenas um acesso ao RSS do site e atende a todos seus usu?rios.

Bloglines Services
==================

Recentemente o Bloglines disponibilizou seu
Web Services (http://www.bloglines.com/services/), permitindo que
sejam desevolvidos leitores que acessam sua base
de dados, ajudando a reduzir ainda mais o tr?fego
na rede. FeedDemon, NetNewsWire e Blogbot
anunciaram (http://www.webservicespipeline.com/showArticle.jhtml?articleID=49900224)
que est?o adotando essa API.
Nesse artigo (http://www.oreillynet.com/pub/a/network/2004/09/28/bloglines.html)
h? um c?digo de exemplo que utiliza a API do Bloglines e algumas outras id?ias de uso.

Reposit?rio de modelos, macros e clip-arts para o OpenOffice.org

Artigo original Dicas-L

Reposit?rio de modelos, macros e clip-arts para o OpenOffice.org
================================================================

Colabora??o: Ernesto Charles Niklaus

Muitas empresas come?aram a utilizar o OpenOffice.org
substituindo as suites de escrit?rio comerciais. Por?m muitas
pessoas sentem falta de algumas funcionalidades que estas
ferramentas traziam, que muitas vezes s?o necess?rias
para a execu??o de seu trabalho, al?m disso os modelos e
clip-arts muito utilizados n?o estavam dispon?veis para o
Openoffice.org. Por este motivo muitos usu?rios tiveram que
criar solu??es, escrevendo macros e scripts, adicionando
clip-arts e modelos.

Estes adicionais est?o dispon?veis no reposit?rio do
site (http://www.openoffice.org.br/), basta clicar em contribuir e
voc? poder? acessar diversas macros e modelos, al?m disso voc?
poder? colaborar enviando macros e ajudando em outros projetos
do site como tradu??o de documentos e novas palavras para o
dicion?rio ortogr?fico