Entendendo a fundo do seu MacOS usando o comando SysDiagnose

O sistema Apple por terem um histórico baseado em plataformas BSD trazem ferramentas importante para dignosticar e investigar problemas. Hoje falarei do comando SYSDIAGNOSE que é um canivete suiço para investigação de problemas.

Com este comando ele gera um relatório completo de Kexts utilizadas, status de disco, arquitetura GPT, sistemas de boot, preferências, librarys, status de networking entre deversas outras informações importantes. Este comando também é utilizado pela Apple para dar suporte a usuários e identificar problemas.

A sintaxe é muito simples

sudo sysdiagnose -f ~/Desktop/

A flag -f ( file ) redireciona a saída deste comando para a área de trabalho.

Este comando irá gerar diversos relatórios e ele costuma a demorar de 3 a 5 minutos para conclusão dependendo do estado do seu hardware e sistema. Terminado a execução ele irá gerar um arquivo compactado Tarball no local onde indicou, no meu caso na área de trabalho

Problemas com servidor SMTP

Alguns dos problemas mais comuns em servidores de e-mail são as listagens mágicas em lista de SPAM. Algumas no caso temos até que pagar para que seja tirado da lista algo que realmente as vezes temos que contar com a sorte.

Bom a primeira coisa a fazer se o seu servidor de SMTP está com problemas é saber se o IP do servidor está listado em alguma lista. Para isto você pode usar sites como o

http://blacklistscan.com/dnsbl-check

Ele possibilita a visualização da maioria das listas anti spam.

A segunda coisa  a fazer é verificar o score do servidor. O score é um número que identifica se o servidor está apto ou não a enviar mensagens de forma “segura” para servidores de e-mail como Gmail, Outlook, Yahoo etc.

Para verificar o score utilize sites como o

https://www.senderscore.org/

ele possibilita verificar o score do seu server.

Um dos problemas mais comuns em servidores de e-mail são a regras de envio para servidores da Microsoft. Muitas vezes ao enviar mensagens para os servidores Hotmail/Outlook.com retoram mensagens de código 500. Bom a primeira coisa a fazer é verificar os dois passos acima e então submeter uma solicitação para eles através de um formulário na internet

https://support.microsoft.com/en-us/getsupport?oaspworkflow=start_1.0.0.0&wfname=capsub&productkey=edfsmsbl3&locale=en-us&ccsid=636252697017493475

Se tiver dúvidas com algum problema deste tipo ou tem alguma dica para adicionar aqui no post envio nos comentários

Google lança lousa digital Jamboard

O Google lançou nesta semana a lousa digital chamada de Jamboard. Apesar recursos interessantes o que mais espanta é o preço.
Ela sai por uma bagatela de US$ 5.000,00 no Brasil sem taxas e roubalheiras sairia por R$ 15.000,00.

Especificações técnicas:

  • Suporte a caneta Google Stylus
  • USB 3.0
  • USB Tipo C
  • Bluetooth
  • HDMI 2
  • Câmera frontal
  • Sistema Operacional Android
  • Tela de 55 polegadas 4K

Comando Top com músculos

O comando Htop é o comando top com músculos. Com ele o administrador tem um acesso a ferramentas que pode auxiliar no debug ou auditoria. A instalação no Debian/Ubuntu é muito simples basta rodar o comando:

apt-get install htop

Certificados SSL gratuítos para sua loja

Let’s Encrypt é um projeto open source apoiado pela Linux Foundation que disponibiliza um certificado SSL gratuíto para seus projetos. O projeto foi criado com a ideia de construir uma internet mais segura utilizando criptografia SSL de até 4096bits. Uma iniciativa fantástica e que faz o mercado de segurança da informação se mexer para oferecer produtos mais eficientes uma vez que agora temos algo que é de graça.

O certificado pode ser adicionado em qualquer projeto através de APIs, ou em provedores de hospedagem como a IndieWorks já disponibilizam a instalação automáticamente. A renovação deve ser feita a cada 90 dias e pode ser feita através do próprio painel de controle da IndieWorks Dashboard.

A IndieWorks já disponibilizou gratuítamente o certificado Let’s Encrypt para todos os seus clientes. Basta solicitar via painel de controle.

O diagrama de funcionamento de autorização das chaves no Let’s Encrypt funciona da seguinte forma:

howitworks_authorization

Saiba mais sobre os certificados SSL gratuítos em
https://indieworks.com.br/certificado-digital-gratis.html

 

Sincronizando contas IMAP no macOS usando imapsync

Uma das tarefas mais chatas em uma migração é a sincronia de e-mails correto ? E-mails é algo intocavél e que muitas vezes é a história da pessoa inteira em um Inbox.

Se você está migrando de servidor e precisa sincronizar os e-mails entre o servidor antigo e o novo a melhor opção é o imapsync. Ele pode ser instalado via Brew e roda no shell do OSX ( macOS 😉 )

Instalando
brew install imapsync

Utilização
imapsync --host1 test1.lamiral.info --user1 test1 --password1 secret1 --host2 test2.lamiral.info --user2 test2 --password2 secret2

Onde
–host1 Endereço do servidor IMAP de origem
–host2 Endereço do servidor IMAP de destinado

–user1 Nome de usuário da conta IMAP origem
–user2 Nome do usuário da conta IMAP destino

–password1 Senha do imap origem
–password1 Senha do imap destino

Simples não ? Se tudo correr bem você verá na tela do seu console o cálculo do tamanho das mensagens e pastas do servidor de origem e o status da cópia para o servidor destino

Como qubrar paradigmas e provocar mudanças

Artigo retirado do perfil de Richard Branson CEO da Virgin Group.

A história da Virgin teve como cerne abalar os setores e desafiar o status quo para gerar mudanças positivas. Nós não iniciamos nossas atividades para ganhar dinheiro, nós queríamos conceder aos amantes da música um acesso mais fácil e mais barato às suas bandas e artistas favoritos; restabelecer um pouco da diversão e do entusiasmo perdidos; e unir as pessoas e as ideias empreendedoras a fim de criar oportunidades para um mundo melhor.

Em nossa trajetória de mais de 50 anos, com centenas de empresas criadas no mundo todo, em diversos setores, nós aprendemos que provocar mudanças nem sempre é fácil, mas há algumas formas infalíveis para dar o pontapé inicial…

Como o nome da nossa marca devidamente sugere, nós não tínhamos ideia do que estávamos fazendo quando começamos. Para a maioria das pessoas de negócios, isso seria algo ruim, mas nós aprendemos rapidamente que essa era a nossa maior vantagem. Livres e sem influências, nós fizemos as coisas da nossa maneira e assumimos muitos riscos. E, para nossa surpresa, esse modo de operar chamou a atenção das pessoas, abalou os setores desgastados e provocou mudanças mais do que necessárias.

Mesmo após aprendermos todos os macetes dos negócios, nós mantivemos esse espírito jovem de inexperiência e ignoramos as regras. Em vez de fazer as coisas “da forma certa”, nós optamos por pensar e agir de forma diferente. Acredito que todas as pessoas que realmente fazem a diferença têm essa atitude em comum. Sem dúvida, foi dessa forma que Steve Jobs viveu e trabalhou. Para mim, ele foi um verdadeiro inovador. Continue reading