Google Custom Search Engines ( busca personalizada do Google para seu website )

Artigo retirado do site ( Dicas-L http://dicas-l.com.br)

Com o Google Custom Search Engines (CSEs), qualquer pessoa que possua uma conta no Google (ou Gmail) pode criar a sua própria meta search engine baseada no database do Google, mas focando em sites específicos.

Esse recurso permite, por exemplo, entre outras coisas, se criar um site de busca customizado com o logo e visual da sua empresa, fazendo as buscas apenas no site da empresa, usando o mecanismo de busca do Google por trás.

Para criar a sua CSE, acesse http://www.google.com/coop/cse/ e siga os seguintes passos:

  1. Clique em Create a Custom Search Engine
  2. Preencha os campos com as informações sobre a sua Search Engine. Os campos mínimos necessários para a criação da search engine são: Search Engine Name, Description, One or More Keywords e At Least one URL to be Searched.
  3. Ao preencher o formulário, você pode escolher entre duas versões de CSE: a Standard Edition e a Business Edition. A primeira (Standard) é gratuita, mas apresenta os anúncios do Google nas páginas de resultados. A versão Business é paga (inicia em U$ 100/ano) e não apresenta os anúncios nas páginas de resultados.
  4. Após selecionar o campo de I have read and agree to the Terms of Service, a sua CSE está criada.

Depois de criar a sua CSE, você pode gerenciá-la acessando manage your existing search engines em http://www.google.com/coop/cse/. O painel de controle permite tanto a modificação dos dados de setup inicial quanto a manutenção de refinamentos, Look and Feel, etc.

Uma vez criada uma CSE, ela se torna disponível por default na base de dados do Google Co-op, e será encontrada pelas aranhas e crawlers dos buscadores rapidamente. Além disso, outras sugestões para promover a sua CSE são:

Martha Gabriel é autora do livro Marketing de Otimização de Buscas na Web (www.martha.com.br/mob), consultora e palestrante na área de SEO/SEM e Marketing Digital. Além de diretora de tecnologia da NMD New Media Developers, é também professora dos cursos de MBA da Universidade Anhembi Morumbi e SENAC, e pesquisadora na ECA/USP. Site pessoal www.martha.com.br

Posted in Sem categoria

Instalando biblioteca Libtidy como módulo do PHP5 no Red Hat Enterprise 5.2

A biblioteca Libtidy me deu um certo trabalho para instalar no RHE 5.2, por isso resolvi fazer um How-To mostrando como instalar a biblioteca.
1º) Fazer o download dos pacotes:
ftp://zid-luxinst.uibk.ac.at/pub/dist/centos/5/extras/i386/RPMS/tidy-0.99.0-12.20070228.el5.centos.i386.rpm

ftp://zid-luxinst.uibk.ac.at/pub/dist/centos/5/extras/i386/RPMS/libtidy-0.99.0-12.20070228.el5.centos.i386.rpm

2º) Instalando os pacotes necessários:

rpm -Uvh tidy-0.99.0-12.20070228.el5.centos.i386.rpm
rpm -Uvh libtidy-0.99.0-12.20070228.el5.centos.i386.rpm

3º) Instalando o módulo através do Pear:

pecl install tidy

*OBS:Caso tenha problemas com instalação execute o comando manualmente:

/root/tmp/pear/cache/tidy-1.2/configure –with-tidy

4º) Habilitando o PHP5 no php.ini
Para habilitar o suporte no php.ini execute o comando

echo “extension = tidy.so” > diretório_do_php.ini/php.ini

Posted in Sem categoria

Habilitando efeitos 3D extras no Ubuntu 8.04 (compiz-config-manager)

O Ubuntu 8.04 assim como seu antecessor possui o suporte ao Compiz nativo, caso tenha uma placa de vídeo com suporte a OpenGL o recurso é habilitado automágicamente. Porém para habilitar o recurso de Cube Desktop, Reflexo do Cube Desktop entre outros é necessário baixar os seguintes pacotes abaixo:

apt-get install -y compizconfig-settings-manager simple-ccsm gnome-art usplash startupmanager

Pronto, vá agora ao menu principal /System/Preferences/Advanced Desktop Effects Settings
e configure o Compiz habilitando os recursos desejados.

Pronto tuo prontinho para utilizar os recursos Hypes do Ubuntu.

Posted in Sem categoria

Instalando o Ultamatix o sucessor do Automatix compativél com Ubuntu 8.04

Para todos aqueles que utilizam as distros Debian e Ubuntu já devem ter escutado falar na ferramenta Automatix, um instalador de aplicativos descomplicado desenvolvido em linguagem Python. Pois é, o Automatix foi descontinuado por falta de tempo pelos voluntários do projeto dando origem ao Ultamatix. Esta ferramenta é desenvolvido utilizando os sources do Automatix e conta com 101 aplicativos, bibliotecas e Games disponíveis para download.

Instalação Continue reading

Posted in Sem categoria

Falha na conexão segura – Erro ao abrir página segura no Firefox 3 ( sec_error_expired_certificate )

O Firefox 3 possui um mecânismo que bloqueia automáticamente páginas com SSL que apresentem algum tipo de erro tentar carregara página. No Firefox 2 ao invés dele bloquear ele simplesmente envia um popup informando o problema.

Soluções para este problema no Firefox 3:
1) – Verifique a data de seu computador, ela deve estar atualizada pois o browser checa a data de seu computador com a data de validade do certificado.

2) – Caso mesmo assim você não consiga acessar as página adicione o certificado desta URL:
http://acraiz.icpbrasil.gov.br/certificado.htm.

Qualquer dúvida entrem em contato,

Posted in Sem categoria

LVM no Ubuntu Server 8.08 ( LVM in Ubuntu Server 8.08)

No ínicio o Ubuntu Linux era temido em ambientes de produção por trabalhar com pacotes Unstable dos Mirrors do Debian, porém agora a história mudou. Focado em performance e optimizado para ambientes de virtualização o Ubuntu Server é uma distribuição 100% segura para colocar em ambientes de produção.

Atualmente migrei um servidor de backup que rodava Debian Sarge a 3 anos diretamente para Ubuntu Server 8.08. Qual o hardware ? Um Dell PowerEdge 850 optmizado para rack.

Abaixo estarei relacionando oque é necessário para colocar uma LVM rodando neste ambiente.
Distribuição utilizada:
Ubuntu Server 8.08 / Kernel 2.6.24

Pacote necessário:
lvm2

Mirrors utilizados:
deb http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ hardy multiverse
deb-src http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ hardy multiverse
deb http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ hardy-updates multiverse
deb-src http://br.archive.ubuntu.com/ubuntu/ hardy-updates multiverse

Instruções:

1) – Vamos fazer download do pacote necessário para isso execute o comando:
apt-get install lvm2

2) – Particionando os disco
Considerando que temos dois discos SATA de 250GB utilizaremos a seguinte FHS ( file systems arquitheture systems ):

SDA
/dev/sda1 – boot
/dev/sda2 – swap
/dev/sda3 – /
/dev/sda4 – LVM Volume

SDB
/dev/sdb1 – LVM Volume

3) – Criando o grupo físico de LVM
pvcreate /dev/sda4 /dev/sdb1

4) – Criando o volume de LVM
vgcreate lvm2 /dev/sda4 /dev/sdb1

*testando vgdisplay

5) – Criando volumes lógicos

Antes de rodar o lvcreate carregue o módulo dm-mod, para isso execute o comando abaixo:
modprobe dm-mod

depois sim iremos criar um volume lógico de 420 GB conforme exemplo abaixo:
lvcreate -L420G -nvol1 lvm2

6) – Formando o volume lógico:
mke2fs -j -b 4096 /dev/lvm2/vol1

Explicando as flags do mke2fs:
-j : Cria o file system usando o EXT3 como padr?o.
-b: “Block Size” tamanho do bloco

7) – Disponibilizando os volumes na inicializa??o do sistema.
Para disponibilizarmos os volumes na inicializa??o do sistema devemos informar no arquivo /etc/fstab os volumes LVM.
Antes de editar o arquivo crie os pontos de montagem para os volumes, em meu exemplo usarei:

mkdir -p /mnt/LVM/lvm_ab ; mkdir -p /mnt/LVM/lvm_cd

na sequ?ncia, fa?a um backup do arquivo /etc/fstab como seguran?a e depois edite com o arquivo usando seu editor preferido:

vi /etc/fstab

*adicione as linhas:

/dev/lvm_ab/vol1 /mnt/LVM/lvm_ab ext3 defaults 0 1
/dev/lvm_cd/vol1 /mnt/LVM/lvm_cd ext3 defaults 0 1

Simples não

😉

Posted in Sem categoria

Google Store nunca mais ( problemas de entrega estragam a imagem do Google )

Rescentemente comprei uma camiseta e uma jaqueta na Google Store google-store.com, porém depois de comprado e pago meus produtos nunca chegaram. Tentei entrar em contato com a administração da loja porém ninguém nunca se manifestou.

Por isso eu digo não comprem na Google Store é pura furada, eu admiro a empresa porém este serviço não funciona mesmo é uma lixo.

Posted in Sem categoria