Instalando o Leopard X86- BrazilMac Patched

Neste tutorial irei mostrar como instalar o recém-lançado Mac OS X 10.5 codenome Leopard em um PC Desktop comum.

ISO utilizada para instalação:
Leopard GM 9a581 Patched Intel SSE3 Only – BrazilMac Patched

Torrent:
Estarei disponibilizando em breve o torrent aqui mesmo no site

Hardware Utilizado:
Motherboard ASUS P5GZ-MX
1 GB RAM DDR2 non-ECC
HD 80 GB U/ATA Samsung Spinpoint
Cartão memória SD 1GB ( reader com suporte a USB Mass Storage )

Tempo médio para instalação:
30 minitos incluindo aplicação do Patch

Dificuldade:
Easy

1º) Passo
Para começar vamos abrir a pasta no qual o torrent foi baixado, você deve observar que há um arquivo chamado files.zip, descompacte ele e já copie no pendrive ou em nosso caso num cartão de memória SD de 1GB de preferência na raiz do dispositivo de memória no qual o diretório files fique de fácil acesso.

2º) Passo
Renomeie o dispositivo de memória para “Patcher” exatamente como está descrito sem as aspas, pois o script de patch do Kernel que será executado no final da instalação ele procurar este dispositivo, ou então você deve editar o script e alterar o caminho para o diretório do patch do kernel assim como iremos mostrar no exemplo do Passo 3.

3º) Passo
No diretório file há um arquivo chamado 9a581PostPatch.sh, edite este arquivo e procure por uma linha como descrito no exemplo abaixo:

PATCH=”/Volumes/Patcher/files/leopatch/

onde /Volumes/Patcher/files/leopatch/ é o caminho para a pasta onde está o patch do Kernel, caso seu Pendrive tenha um nome diferente de Patcher (rs) altere esta linha com o nome do seu volume.

4º) Passo
Após termos descompactado o arquivo files.zip no pendrive ( storage externo ), alterado o caminho do volume do patch do kernel, é hora de instalar o sistema própriamente dito, no hardware que descrevi acima não tive problemas quanto a instalação, com isso fica meu conselho de configuração de hardware para rodar o Leopard.

Sete a Bios de sua máquina para iniciar pelo CD/DVD, na tela principal do DarwinBoot tecle F8 e na sequência -v ( Enter ), isto ajuda no debug de eventuais problemas na instalação.

Inicie a instalação selecionando a linguagem desejada, quando chegar a hora de particionar o disco selecione Disk Utilite no menu de aplicativos do instalador do OSX para particionar o disco;

Em meu caso formatei o disco de 80 GB inteiro para Mac Os Extended ( with jornaling ), uma dica importante para evitar problemas com Boot, ao particionar selecione o botão Opções e marque Master Boot Record para o OS X instalar o darwinboot na MBR do disco, isso evita erros do tipo:

“com.apple.Boot.plist not found”

Na caixa de seleção de pacotes desclique todos e de sequência na instalação, de preferência em não chegar o disco de instalação caso tenha certeza que o disco esteja OK.

5º) Passo
Após de instaladado, reboot o PC e entre com Boot pelo disco de instalação do OSX novamente.
Selecione a linguagem, na sequência clique no botão Terminal no menu de utilitários do installer do OSX, após abrir o terminal execute a sequência de comandos baixo, levando em consideração que meu disco removeivél SD memory chama-se Patcher:

cd /Volumes/Patcher
cd files
./9a581PostPatch.sh

*OBS: caso o script não encontre a pasta no qual deve ser aplicado o patch no kernel, verifique os caminhos no script novamente.

Ao solicitar para remover as extensões ( módulos do Kernel ) para ACPI selecione como Yes, na sequência clique em Yes para rebootar.

Done….. se você seguiu todos os passos sem problemas você já pode comemorar, o Leopard já está instalado.

Leopard X86

Posted in Sem categoria

Linux Inside – Asus EeePC

Este notebook ainda vai dar muito oque falar, o Asus EeePC o menor notebook que já testei até hoje é equipado com um custom da distribuição Xandros que por sua vez é baseado no Debian Gnu/Linux.
O lançamento comercial estava previsto para o inicio de setembro/2007 e seu preço nos EUA estimados em US$ 200,00 rodando Gnu/Linux.
A idéia principal do EeePC é atender usuários iniciantes que precisam de um portátil para funções básicas por um preço acessivél. A máquina têm uma inicialização mais rápida que já testei até hoje.

Softwares
Sistema Operacional Xandros
Interface QT baseada em uma customização do KDE 3.4
OpenOffice 2.0 ( custom )
Mozilla Firefox 2.0.0.7
Mozilla Thunderbird 2.0.0.6
Anti vírus
Webcam VGA
Media Player SMPlayer
Jogos como Ltris e Tux Racer fazem parte da suíte de softwares entre muitos outros aplicativos.

Informações técnicas:
Processador Intel Celerom M 900Mhz – Cache 512kb – ( Antenção projeto OSX86 suporte a SSE SSE2 )
512 MB memória RAM
Storage: 4GB em memória Flash ( opção de 8GB para modelo superior );
Monitor LCD 7 polegadas ( com opção com monitor de 10 );
Interface Ethernet 10/100;
Modem 56K;
4 portas USB 2.0
Leitor de memória Flash
Bateria com automação de 3 horas;
Peso 900g;


Asus EeePC – Keyboard



100_Asus EeePC – Close


Asus EeePC – Left side


Asus EeePC – Back side

Um produto incrivél…… Linux Builtin

Posted in Sem categoria

Flickr

This is a test post from flickr, a fancy photo sharing thing.

Posted in Sem categoria

O fim da distribuição Kurumin.

Anda-se falando entre a comunidade, que a distribuição Brasileira Kurumin provavélmente será descontinuada, em uma discussão no fórum do site do desenvolvedor Guia do Hardware, Carlos E. Morimoto, diz que a possivél causa da descontinuação da distro deve-se pelo fato de poucos desenvolvedores e falta de tempo visto que o desenvolvimento da distro até então era feita de contribuições voluntárias sem não visando o lucro própriamente dito.
Nos últimos anos, podemos contar com várias distros baseadas também no Debian exemplo mais rescente e conhecido o Ubuntu.
A verdade é o Gnu/Linux precisa de colaboradores e alguns projetos como o Kurumin entre outros que não são apadrinhados por alguma empresa para “bancar” o desenvolvimento, são as que precisam mais de desenvolvedores, o próprio Debian Gnu/Linux distro no qual uso desde 2000 está precisando de colaboradores.

Vamos lá developers, precisamos de voceis.

Urls relacionadas:
http://www.maxraven.info/fim-do-kurumin-ainda-nao.html

http://ubuntuforum-br.org/index.php/topic,28157.0.html

http://br-linux.org/linux/fim-do-kurumin-ainda-nao-alguem-se-habilita 

Posted in Sem categoria

Htaccess sem alterar o httpd.conf

Uma maneira simples de criar uma autenticação de diretório sem ter que alterar o httpd.conf pode ser feita com o exemplo abaixo:

crie um arquivo como .htaccess e coloque no diretório que quer autenticar com o seguinte conteúdo:

AuthName “Restricted Area”
AuthType Basic
AuthUserFile /caminho-para-arquivo-htpasswd/.htpasswd
AuthGroupFile /dev/null
require valid-user

Depois crie um arquivo .htpasswd com o seguinte conteúdo:

usuário:bWvfVlIfOzfwo ( chave MD5 )

para criar o MD5Sum você pode usar a URL: http://webnet77.com/cgi-bin/helpers/blowfish.pl

Salve e pronto!!!

Posted in Sem categoria

Teclado ABNT2 para Mac OS X

Esta dica é interessante para aqueles que utilizam OSX com teclado de PC padrão ABNT2, após iniciar os testes com o OSX86 em meu PC resolvi procurar como configurar o teclado do PC para funcionar de forma correta no MAC sem utilizar a sequência de teclas para fazer caracteres especiais ou mesmo acentuação.

Siga o exemplo abaixo para configurar seu teclado:

1º) Baixe o layout de teclado ABNT2 para OSX na URL:
http://public.box.net/jaccon77941 , ( LayoutTeclado.zip )

2º) Descompacte e copie os Arquivos BrasileiroABNT2 e USInternational para a pasta /System/Library/Keyboard Layouts, utilize o comando abaixo no terminal :

cp -Rvf /Layouts Teclado /System/Library/Keyboard Layouts/

reinicie o computador:

3º) Entre no System Preferences/International/Input Menu e selecione o Layout de teclado BrasileiroABNT2

Pronto!!! seu OSX já estará funcionando com o layout certo.

Posted in Sem categoria

Trial Boot Debian Gnu/Linux / Windows XP SP2 / Mac OS 10.4.9

Para aqueles que estão querendo fazer um trial boot, com os sistemas Debian Gnu/Linux ( ou qualquer outra distro ), Windows XP SP2 e Mac OS X, na internet há vários documentos de como fazer um Dual boot, através do DarwinBootLoader ou mesmo pelo Windows usando o NTLDR, no caso do exemplo que irei mostrar neste artigo utilizaremos o poder do Grub para gerenciar o boot de 03 sistemas operacionais ao mesmo tempo e é ai que o Gnu/Linux mostra o seu pode novamente.

Hardware utilizado para o teste:
– Motherboard ASUS P5GZ-MX ( Chipset Intel 945GZ + ICH7 );
– Processador Intel Pentium D 950;
– 1 GB RAM DDR2 non-ECC 240p;
– HD 160 GB SATA

Sistemas Operacionais:
01) – Debian Gnu/Linux 4.0 ( Kernel 2.6.21 );
02) – Windows XP Professional SP2;
03) – Mac OS X 10.4.9 X86 Jas Patch

Ao contrário de outros tutoriais que falam para instalar os sistema em uma sequência Windows/OSX/Linux resolvi utilizar a seguinte sequência:

Mac OS X / Windows / Debian Gnu/Linux

1º) Instalando o Mac OS X 10.4.9
Inicie a instalação do Mac OS X normalmente quando tiver que selecionar o disco para instalação do Mac OS X utilize o Disk Utilite para criar as partições necessárias para nosso exemplo:

Crie 2 partições uma como HFS Extended Jornaling e outra como Free Space, para não ter problemas crie a primeira partição como Free Space e a que será instalado o MAC OS X deixe como segunda partição, isso deve-se pelo motivo de que o instaler do Windows apresenta problemas quando a instalação é feita em segundo plano, em meu caso criei uma partição de 40 GB para o OSX, inicie a instalação do Mac OS X normalmente para mais informações utilize o site: http://wiki.osx86project.org.

2º) Instale o Windows XP SP2 na partição que ficou livre, no meu exemplo usei 50 GB do disco para o Windows, siga como uma instalação padrão do Windows XP;

3º) Inicie a instalação do Debian Gnu/Linux, meu meu caso não utilizei o assistente de particionamento para criar as 2 únicas partições para nossa instalação mais caso queira utilizar o Wizard do instalador do Debian não têm problemas utilize o Free Space para a instalação, termine a instalação do Debian com a instalação padrão do sistema operacional

Finalizando:
O ponto principal deste tutorial é a finalização, onde iremos utilizar o Grub para setar o Trial Boot, abaixo estou mostrando um exemplo de como ficaria as entradas no menu.lst do Grub para carregar todos os sistemas operacionais, para editar o arquivo é simples como super-usuário entre com os comandos abaixo:

sudo -s ; vim /boot/grub/menu.lst

Exemplo de menu.lst:

## Blue Systems Labs  ##
title           Blue Systems Debian CDD
root            (hd0,2)
kernel          /boot/vmlinuz-2.6.20-15-generic root=UUID=e52fa0c5-ec50-4458-abff-9efa7c343fa0 ro
initrd          /boot/initrd.img-2.6.20-15-generic
quiet
savedefault

title           Blue Systems Debian CDD (recovery mode)
root            (hd0,2)
kernel          /boot/vmlinuz-2.6.20-15-generic root=UUID=e52fa0c5-ec50-4458-abff-9efa7c343fa0 ro single
initrd          /boot/initrd.img-2.6.20-15-generic

title           memtest86+
root            (hd0,2)
kernel          /boot/memtest86+.bin
quiet
### END DEBIAN AUTOMAGIC KERNELS LIST
title           Other operating systems:
root
title           Microsoft Windows XP Professional
root            (hd0,0)
savedefault
makeactive
chainloader     +1

title           Mac OS X 10.4.9
root            (hd0,1)
makeactive
chainloader     +1

Estou disponibilizando também a estrutura de partições que utilizei para a instalação, abaixo está a saída do comando fdisk -l.

root@jaccon:~# fdisk -l

Disk /dev/sda: 122.9 GB, 122942324736 bytes
255 heads, 63 sectors/track, 14946 cylinders
Units = cylinders of 16065 * 512 = 8225280 bytes

Device Boot      Start         End      Blocks   Id  System
/dev/sda1               1        7649    61440561    7  HPFS/NTFS
/dev/sda2   *       11947       14947    24096681   af  Unknown
Partition 2 does not end on cylinder boundary.
/dev/sda3            7650       11764    33053737+  83  Linux
/dev/sda4           11765       11946     1461915    5  Extended
/dev/sda5           11765       11946     1461883+  82  Linux swap / Solaris
Partition table entries are not in disk order

Salve o arquivo e reinicie.

Posted in Sem categoria